Trilho 100 K NME

“Le véritable voyage de découverte ne consiste pas à chercher de nouveaux paysages, mais à avoir de nouveaux yeaux.”

Marcel Proust

A designação de trilho “100 K NME” deve-se ao facto de, anualmente, ser organizada pelo clube uma actividade em que o objectivo passa por concluir oito voltas completas ao percurso, perfazendo um total de cerca de 100 km.

Ao longo dos anos o percurso foi sofrendo várias alterações, resultantes, sobretudo, de intervenções de abate de árvores para a plantação de eucaliptos, da deposição ilegal de resíduos e, mais recentemente, da utilização dos terrenos para a implantação de parques fotovoltaicos.

Há mais de uma década que os trilhos existentes no Concelho são percorridos por membros da secção de trail running, tendo para este efeito contribuído os treinos semanais, realizados todas as quintas-feiras à luz dos frontais.

A divulgação pública do percurso tem por objectivos a promoção da prática desportiva ao ar livre, a defesa do ambiente e a manutenção do próprio percurso.

O percurso cruza vários terrenos particulares, pelo que se pede o máximo respeito pelos residentes e a minimização do impacte resultante destes atravessamentos, nomeadamente no que concerne à produção de ruído durante o período nocturno.

Acreditamos que a utilização frequente deste percurso será também uma maior valia para os proprietários dos terrenos e residentes, garantindo uma maior vigilância contra incêndios e evitando actos de vandalismo.

O trilho

Apesar de existirem tramos em que o percurso é realizado em estrada, procurou-se maximizar o contacto com os poucos espaços naturais que ainda vão subsistindo. O trilho é de baixa dificuldade técnica, sendo possível correr em toda a sua extensão. Algumas zonas poderão apresentar-se escorregadias, sobretudo em época de chuvas. Especial atenção será necessária no cruzamento com estradas.

A natureza

Raposas, sapos, corujas, coelhos, águias, ginetas, salamandras, … todos eles são possíveis de encontrar ao longo do trilho. Apesar da monocultura do eucalipto e da invasão das acácias e da erva das pampas, ainda é possível correr na sombra de alguns carvalhos resistentes.

A sinalização

O percurso encontra-se sinalizado com fita refletora de cor amarela. A seta indicará a direcção a seguir. Nos troços em que o percurso de ida é coincidente com o de regresso optou-se por sinalizar o percurso de regresso com fita refletora de cor vermelha.

Periodicamente será realizada a manutenção da sinalização do percurso. Caso encontre alguma das fitas perdida no solo, por favor, proceda à sua remoção e deposição num ecoponto amarelo.

Informação

Tipo de percurso: circular

Distância: 12,70 km

Desnível positivo acumulado: 275 m

Partida / chegada: Pousada da Juventude de Espinho. O trilho inicia mesmo ao lado da entrada no passadiço, em direcção a Poente.

Pontos de abastecimento de água: Café Lomba

Track (.GPX)

Imagem de satélite com a representação do percurso
Mapa do percurso
Altimetria

Avisos

  • Durante o percurso é usual o avistamento e contacto próximo com cães, estando estes, na sua maioria, presos;
  • Se presenciar algum tipo de deposição ilegal de resíduos solicitamos a denúncia através da linha SOS – Ambiente e Território da Guarda Nacional Republicana (808 200 520). Se possível, proceda ao registo fotográfico da ocorrência;
  • Se encontrar, ao longo do trilho, algum pedestrianista ou atleta em dificuldades, preste o auxílio que for necessário;
  • É possível a realização do percurso em BTT devendo ter em atenção a possibilidade de presença simultânea de caminhantes ou corredores sobre o trilho;

Os 100 K NME permanecem à espera de quem os conquiste.

Serás tu?

Iniciativa com o apoio:

Patrocinador da secção de trail running:

3 thoughts on “Trilho 100 K NME”

  1. Em nome da Direção do clube gostaria de agradecer o empenho e dedicação do Miguel Coelho (Fofoni) na abertura e manutenção dos trilhos, contribuindo desta forma para que toda a comunidade possa usufruir do seu trabalho. A melhor forma de agradecimento será mesmo o percorrer este trilho, a pé ou a correr, na certeza que haverá sempre algo de belo a descobrir nos, cada vez menos, espaços naturais que nos circundam.

  2. Confirmo! Não é demais destacar o imenso trabalho do Miguel (Fofoni) em prol da comunidade do Trail associados no NME, extensível á restante comunidade de praticantes de desportos na natureza. Muito obrigado Miguel (Fofoni) 🙏

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.